Tecnologias

Detentora de tecnologias de ponta na formulação de fertilizantes prontos para uso a baixo volume e de técnicas avançadas para nutrição de plantas, a Euroforte é a empresa que  também se destaca pelo método de gestão do manejo eficiente dos seus produtos. 

Em todas as formas de aplicação dos fertilizantes foliares são adaptados bicos especiais, que resultam na produção de gotas mais adequadas (entre 150 a 250 micra) à boa deposição nas plantas. Durante o suporte presencial prestado pela empresa, técnicos especializados fazem a adaptação desses bicos e cuidam da calibração das gotas e da deposição nas plantas. 

Além de método inovador para a gestão eficaz, a Euroforte é referência por ser a primeira fábrica brasileira com soluções de excelência e pacotes tecnológicos específicos para cada cultura. São produtos e serviços que melhoram a lucratividade do negócio agrícola e aumentam a produtividade das plantas nas mais diversas áreas contratadas.

No manejo dessa tecnologia a empresa coloca à disposição do agricultor o suporte técnico profissional para avaliações de colheita a cada safra consolidada. A empresa e atua com responsabilidade e foco no trabalho que lhe for atribuído.

Para entender melhor a tecnologia disponibilizada pela Euroforte, é importante que o cliente (agricultor) conheça como funciona a aplicação a Baixo Volume Integral (BVI) e o que é a Cicloheptose. BVI - O Baixo Volume Integral (BVI) é o nome da linha de fertilizantes foliares na forma de calda nutritiva pronta e superconcentrada, viscosa e que não precisa de diluente. Foi desenvolvido para viabilizar a nutrição foliar em grandes áreas um concurso de água e pessoas.

A dispensa de qualquer tipo de mão de obra para operações no campo fez do BVI uma solução diferenciada, que ampliou o potencial da tecnologia brasileira, a versatilidade das caldas prontas e a compatibilidade com defensivos biológicos de uso habitual. 

O Programa Euroforte pelo BVI é uma a ferramenta tecnológica certa para duplicar a rentabilidade líquida da produção agrícola da cana de açúcar e banana. Isso, sem contar que simplifica atividades, elimina a necessidade da  infraestrutura convencional, reduz custos, aumenta rendimentos operacionais de equipamentos de pulverização e aeronaves e elimina riscos ambientais e trabalhistas.

Os efeitos do BVI na Cana devem ser destacados pela eficiência da nutrição intensiva com micronutrientes, estímulo do metabolismo geral de desenvolvimento e vigor da planta, diminuição da perda de perfilhos; maior produtividade de TPH, ATRH e TCH, assim com maior aproveitamento dos macronutrientes da adubação de solo.

Em cada 1.000 ha são economizados 180 mil litros de água potável/há, das pulverizações a médio volume, ou 480 mil litros de água/ha das aplicações a alto volume. Além da economia de 12 mil litros de óleo diesel das pulverizações convencionais e 10 mil horas-homem/ha de serviços. 

Cada 20 mil litros com BVI, eliminam três mil quilos de Polipropileno de Alta Densidade (PPAD), necessários às embalagens, o contencioso ambiental de 30 mil litros de Biodiesel e o contencioso ambiental de sete mil quilos de Gás Carbono (CO2).

Cicloheptose - É o conjunto exclusivo de aditivos de desempenho das caldas do BVI Acelera a absorção ativa das células, aumenta a longevidade das gotas nutritivas, diminui a remoção dos nutrientes das folhas pelas águas naturais, potencia a ação de contato  e compatibiliza todos os nutrientes foliares. Além desses benefícios, todos os componentes da cicloheptose são naturais e ecologicamente corretos, com ação neutra ao agroecossistema.

É o agente principal responsável pela absorção foliar diferenciada e pelo desempenho agronômico de excelência dos fertilizantes da Euroforte.A experimentação com plantas indicadoras comprovou que os nutrientes foliares com Cicloheptose aumentaram o nível em folhas neutras (protegidas e que não receberam a pulverização) em até cinco vezes maior e pelo triplo do tempo - 12 semanas, em comparação as folhas neutras do tratamento com fertilizantes foliares convencionais.

A sustentabilidade das propostas da Euroforte começa na composição dos fertilizantes, com componentes naturais à exceção das fontes dos nutrientes minerais, prossegue na eliminação da necessidade de qualquer contato com o produto e conclui na atoxicidade da calda nutritiva para o agroecossistema e seres humanos. A comprovação prática da sustentabilidade dessa tecnologia está no registro de mais de 400 mil hectares de cana de açúcar e mais de dez mil hectares de banana que foram tratados nas últimas cinco safras.

Companhia da Mídia